argila em pó
Como usar ARGILA EM PÓ no rosto do jeito correto?
08/07/2021
argila cinza do rosto
Como usar argila cinza no rosto?
22/07/2021

Multimasking: a arte de misturar argilas

Quais argilas posso misturar?

Um dos produtos mais utilizados para a rotina de skincare é a argila. Ela tem uma variedade de cores e benefícios.

Além disso, consegue ajudar todos os tipos de pele. No entanto, cada uma é recomendável para um objetivo específico.

Por isso, é normal que as pessoas utilizem a técnica de multimasking, ou seja, misturar argila. Fazendo corretamente, há muitos benefícios.

Mas, com essa prática, surgem muitos questionamentos.

Quais misturas podem ser feitas? Quais argilas podem ser usadas? Posso utilizar tipos diferentes? Quais ingredientes podem fazer parte da multimasking?

Pensando em tirar todas as dúvidas e esclarecer mais sobre a técnica, escrevemos esse artigo para você, amante da skincare, se inteirar mais sobre o assunto!

Quais argilas posso misturar?

Quais argilas posso misturar?

Como citado anteriormente, existe uma variedade de argilas e cada uma tem um objetivo diferente.

Em razão disso, é super recomendado misturar argila.

A branca ajuda na cicatrização da pele já que ela possui função anti-inflamatória e antisséptica. É indicada para todos os tipos de derme.

A argila verde é uma das mais conhecidas. Ela é indicada para o tratamento de acne e para o controle de oleosidade excessiva.

Além disso, reduz a gordura localizada. Dessa forma, ela é adequada para peles acneicas e oleosas.

Assim como a verde, a argila cinza é uma aliada contra espinhas e para eliminar cravos. Ademais, é ótima para melhorar a flacidez.

A amarela também combate a flacidez e trata de esfoliações na pele. Ela é indicada para peles mistas, sensíveis, secas e irritadas.

Quais argilas posso misturar?

A argila vermelha tem função de reduzir a vermelhidão, remover o excesso de oleosidade e acalmar a pele irritada.

Sendo assim, também é uma ótima opção para quem tem pele sensível. Além disso, ela restaura a pele. É indicada para prevenção do envelhecimento.

A argila rosa, que é uma mistura da branca e vermelha, diminui a vermelhidão, trata a pele irritada e ajuda na cicatrização.

Ela também restaura a pele e é recomendada para peles sensíveis e secas.

A preta, também chamada de vulcânica, é usada para limpeza profunda e desintoxicação da pele. Ela trata espinhas, esfolia e remove oleosidade.

A roxa, uma mistura entre marrom e rosa, também age como detox na pele, mantendo-a limpa, tonificada e nutrida. Dessa forma, ela tem efeito antioxidante e rejuvenescedor.

Já a argila marrom contribui para o tratamento de rugas e manchas de idade. Ela também é ideal para peles acneicas e oleosas.

Dito isso, antes de misturar uma argila com a outra, é importante ter em mente que não pode misturar argilas cujas finalidades são diferentes.

Isto é, uma argila para pele oleosa não pode ser misturada com uma para pele seca ou sensível.

Uma das dicas mais conhecidas da técnica multimasking é misturar argila branca e argila verde. Isso porque ambas têm efeitos antissépticos e cicatrizantes.

A combinação entre argila preta e verde é harmônica.

Outro exemplo de mistura favorável é entre argila rosa e cinza. Essa mistura oferece muitos benefícios a pele.

Dá para usar dois tipos de argila no mesmo dia?

Bom, a resposta é sim.

Como cada argila tem uma função diferente da outra, é possível aplicar dois tipos no mesmo dia.

Porém, o ideal é não ser no mesmo local.

Por exemplo, se você tem uma pele com espinhas e com rugas uma boa opção é misturar argila verde com a marrom.

Isso porque ambas são indicadas para o combate à oleosidade e tratamento de acnes.

Veja, a zona T, testa, nariz e queixo, é a zona mais oleosa do rosto.

Assim, nessa região, você pode passar argila verde. Mas, para regiões com rugas, como o bigode chinês, você pode passar a argila marrom.

Já se você tiver regiões mais secas e flácidas, uma boa alternativa é usar as argilas rosa e amarela.

A primeira, pois é recomendada para tal tipo de pele e a segunda, pois combate a flacidez. Importante lembrar que ambas são para peles secas e sensíveis.

Com o que se pode misturar argila?

Para misturar argila, muitas pessoas utilizam produtos, como leite de rosas e leite de colônia, mas não é o indicado.

O ideal para a multimasking é usar ingredientes como soro fisiológico, água termal, micelar e mineral e babosa.

O soro diminui oleosidade da pele, promove limpeza profunda e hidrata as camadas da derme. Em razão disso, ele é indicado para fazer parte da multimasking.

As águas são componentes naturais que também podem ser utilizadas para a multimasking.

As águas são ideais, pois promovem hidratação e protegem a pele. Além disso, elas contribuem para que a argila chegue à consistência de uma pasta homogênea.

A babosa, cujo nome científico é aloe vera, serve como calmante e tem função anti-inflamatória.

Dessa maneira, a babosa contribui para uma rápida cicatrização da pele e na redução de inchaços. Por essas razões, a aloe vera é recomendada para misturar argila.

O que achou desse post?

Você já conhecia a técnica multimasking?

Tem mais alguma dúvida?

Conta pra gente aqui nos comentários!

Maria
Maria
Maria Eduarda é carioca, estudante de Letras e redatora :)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *